junho 14, 2014
Dias felizes

Dias felizes

junho 8, 2014
Aquisições de fim de semana.

Aquisições de fim de semana.

junho 7, 2014
Cova da Moura

Cova da Moura

junho 6, 2014
Querido vai ao RDA.

Querido vai ao RDA.

junho 3, 2014
Da série:  Tôni explica.

Da série: Tôni explica.

junho 2, 2014
Depois da selfie, o directo sobre o vôo. ..

Depois da selfie, o directo sobre o vôo. ..

junho 2, 2014
Qualquer semelhança com o PCP é pura coincidência.

Qualquer semelhança com o PCP é pura coincidência.

maio 31, 2014

Lutamos com a força dos bairros resistentes, das casas ocupadas, das penínsulas rebeldes e dos vales em revolta, e graças a eles.

maio 28, 2014
Alegoria do amor.

Alegoria do amor.

maio 23, 2014
stressfm:

AUTÓMATOS A DISPARAR DISCURSO. AS PALAVRAS E O FUTURO DO ALKANTARA.
23 ao todo. Alguns permanentes, outros convidados localmente para um total. 23 ao todo.
Suite nº1 ABC, a enciclopédia da palavra de Joris Lacoste subiu ontem (e hoje) ao palco do Teatro São Luiz para uma acção performativa do discurso citado a partir de livros, televisão, cinema, etc..No palco, parece um trabalho de rotina feito a várias línguas, respectivos sotaques e versões broken.
90 minutos de côro autómato, numa harmonia permanente até uma pretensa despedida, simulação que permite fechar o espectáculo em crescendo, indo até onde não se acharia possível após a primeira hora.

Para os mais distraídos, vale a pena lembrar que o espectáculo citado abriu a edição de 2014 do Festival Alkantara: «Mundos sem Palco». Sem palco mas com muito público. A jornada inaugural confirma a potência e necessidade do Festival, muito público de diversas proveniências e motivações; sinal também da penetração do Festival na Grande Lisboa, no panorama português e global.
Um percurso iniciado em 1993 com o Danças na Cidade, que esteve em risco para 2014, e com poucas promessas de continuação em 2016. Situação lembrada por um dos interpretes de Suite nº1 ABC no fim do espectáculo, pedindo a adesão do público a uma petição contra o fim do Festival, para que o mundo dos artistas emergentes tenha palco.
Petição: AQUI

Suite n°1 “ABC” Ton ami magique from Echelle 1:1 on Vimeo.

stressfm:

AUTÓMATOS A DISPARAR DISCURSO. AS PALAVRAS E O FUTURO DO ALKANTARA.

23 ao todo. Alguns permanentes, outros convidados localmente para um total. 23 ao todo.

Suite nº1 ABC, a enciclopédia da palavra de Joris Lacoste subiu ontem (e hoje) ao palco do Teatro São Luiz para uma acção performativa do discurso citado a partir de livros, televisão, cinema, etc..No palco, parece um trabalho de rotina feito a várias línguas, respectivos sotaques e versões broken.

90 minutos de côro autómato, numa harmonia permanente até uma pretensa despedida, simulação que permite fechar o espectáculo em crescendo, indo até onde não se acharia possível após a primeira hora.

Para os mais distraídos, vale a pena lembrar que o espectáculo citado abriu a edição de 2014 do Festival Alkantara: «Mundos sem Palco». Sem palco mas com muito público. A jornada inaugural confirma a potência e necessidade do Festival, muito público de diversas proveniências e motivações; sinal também da penetração do Festival na Grande Lisboa, no panorama português e global.

Um percurso iniciado em 1993 com o Danças na Cidade, que esteve em risco para 2014, e com poucas promessas de continuação em 2016. Situação lembrada por um dos interpretes de Suite nº1 ABC no fim do espectáculo, pedindo a adesão do público a uma petição contra o fim do Festival, para que o mundo dos artistas emergentes tenha palco.

Petição: AQUI


Suite n°1 “ABC” Ton ami magique from Echelle 1:1 on Vimeo.

(via britoguterres)

maio 21, 2014
Não esquecer! #fogo

Não esquecer! #fogo

12:28am  |   URL: http://tmblr.co/ZYt0Zp1GQ-5AR
Arquivado em: fogo 
maio 16, 2014
We don't like Samba (Trailer)

Não gostamos de samba, não queremos ter copa.
Documentário prestes a começar a girar por aí.

maio 14, 2014
No dia 18 de Abril os Frente Popular estiveram no RDA para uma noite cheia de música.

No dia 18 de Abril os Frente Popular estiveram no RDA para uma noite cheia de música.

maio 12, 2014
As paredes da casa ocupada da laranjinha têm mais encanto.

As paredes da casa ocupada da laranjinha têm mais encanto.

maio 11, 2014
Cocós aqui não. Casa ocupada laranjinha.

Cocós aqui não. Casa ocupada laranjinha.

Publicações favoritas no Tumblr: Mais publicações favoritas »